Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Planeta Terra - esgotado!

Quarta-feira, 25.08.10

                                                       

 

Tudo o que tenho visto, lido e pesquisado sobre os recursos do planeta Terra, a forma como são geridos ou sugados, o preço a pagar do chamado "progresso", a forma como se desenrola todo o processo mundial de recursos, dependendo das sociedades dominantes e dos seus luxos e conforto em detrenimento de outras que continuam a passar fome, sem condições nenhumas de vida, muitas vezes, sem os seus próprios direitos humanos minimamente assegurados, sem falar na exploração, no abuso, nas cobaias da indústria farmacéutica, tudo isto é sem dúvida alguma assustador, com as alterações climáticas dramáticas, o derrube de florestas, em especial na Amazónia, com a poluição dos rios e oceanos, cada vez menos recursos alimentares nos oferece o mar, pois não há tempo de reprodução e reposição do equilíbrio, tal é a pesca feroz e sem cuidados sérios. O avanço do homem sobre as reservas naturais, que encostam as espécias vivas ou as confinam a um espaço que lhe oferecem apenas a sua sobrevivência reduzida e consequente extinção. O sugar todas as riquezas do planeta, como o petróleo, a àgua, gás e outras riquezas, as novas agriculturas introduzidas de produção "industrial" que desfertilizam qualquer àrea em poucos anos, bem como os adubos químicos avançados e utilizados para um mais rápido crescimento, o lixo monstruoso que geramos, o desperdício e a ganância do controle, faz com que o nosso espectacular e brilhante planeta seja apenas uma presente-futura imagem triste, destruída, sem vida e a acabar... 

Tudo isto em nome do progresso, em nome da ciência, da tecnologia, do conforto, da evolução humana, que altera as leis naturais da vida e do próprio planeta, onde investimos para uma maior esperança de vida e retiramos essa mesma esperança ao mesmo tempo, com os novos hábitos alimentares, alteramos os cursos de rios, implantamos agriculturas modificadas trangénicas, tanques de aquacultura, productos químicos adubadores, hábitos de novo conforto e de comunicação, como os telemóveis, tvs 3D e todos os "gadgets" da moda, bem como todas as tecnologias de lazer (Computadores de bolso, portáteis, de secretária, consolas de jogos, etc...), que cada vez mais nos isola e nos altera o nosso sistema cerebral e nervoso, bem como os nossos hábitos naturais para sempre. Há muito a dizer, a discutir e a fazer, embora já seja tarde, mais vale tarde que nunca, mas deixarão as grandes sociedades dominantes "evoluídas" que se abrande e se altere as prioridades? deixarão as grandes sociedades contagiadas pelas dominantes, as emergentes, que se abrande e se altere o rumo do constante rápido crescimento destas sociedades? Estarão os senhores da Guerra, os Senhores Capitalistas e todos os líderes, dispostos a mudarem pelo nosso Planeta que já está bastante doente? ou continuamos como até aqui, ou seja, até não haver mais nada para competir, para construír, para evoluir, para beber, para comer, para apreciar, para dar, para receber, para VIVER.

 

João Azevedo

 

   

  

" A Terra tem um limite anual para regenerar os produtos que se gastam, mas seriam necessários 3 planetas Terra se toda a humanidade tivesse o mesmo nível de consumo da Europa."

 

Se toda a população mundial vivesse como um europeu, seriam necessários 3 planetas como a Terra para se conseguir um equilíbrio sustentável entre o consumo e a regeneração ecológica.

Se o padrão de vida mundial alcançar a de um cidadão norte-americano, seriam necessários 5 planetas, ao contrário do padrão de vida de um cidadão indiano, em que a produção da Terra poderia ser reduzida para metade. 

Estes são os dados apurados pela organização britânica e idependente New Economics Foundation (NEF), que reflectem a capacidade do nosso planeta para sustentar a vida que se desenvolve e mostrar que a Terra tem um limite ecológico por ano para gerar produtos e absorver a poluição.

 

Excedido este limite consome-se mediante a sobre exploração dos recursos, assinala Aniol Esteban, director da economia ambiental do New Economics Foundation. Em declarações à Efeverde, Esteban explica que um cidadão europeu gera nos primeiros dias do ano tantas emissões de CO2 como um cidadão da Tanzânia nos próximos 12 meses.

Por outro lado, segundo Esteban, este consumo é a base do paradoxo dos benefícios económicos de consumos insustentáveis. Um exemplo a dar, diz o director, é o Golfo México, considerado como o maior derramamento de petróleo da história dos Estados Unidos, que no entanto gera benefícios para uma parte da população através do pagamento de serviços de limpeza.

 

Segundo explica Esteben, a humanidade tem vivido durante séculos em equilíbrio até que há 3 décadas atrás, começámos a comer e a viver a crédito, conduzindo o equilíbrio para um ponto extremo. A organização adverte: a regeneração ecológica do planeta entrou no vermelho.

 

(Fonte:Naturlink 25-08-2010 - http://www.elmundo.es e http://www.neweconomics.org/

 

 

 

Links:

 

http://www.youtube.com/watch?v=L99QWDWjpyk

 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Polui%C3%A7%C3%A3o

 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Polui%C3%A7%C3%A3o_da_%C3%A1gua

 

http://sosearthblueplanet.org/movie/

 

http://confrontos.no.sapo.pt/page3.html

 

http://www.earthdaytv.net/

 

http://www.greenpeace.org/portugal/pt/O-que-fazemos/oceanos/

 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Transg%C3%AAnicos

 

Documentário:

 

aconselho vivamente: http://www.home-2009.com/us/index.html

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por grelhadamista às 10:20





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Agosto 2010

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031





comentários recentes

  • MARIA

    Sou enfermeira de profissão e após ter-se divorcia...

  • Arturo

    Boa noite,Primeiro de tudo gostaria me disculparem...

  • lock the orthography!!!

    Muito do dinheiro dos ditadores também está deposi...

  • Marcos, Brasília

    hahahaha...Fantástico. Gostei especialmente a líng...

  • Anónimo

    muito boa noite Ha muita coisa que se passa neste ...

  • ritashahar

    Olá Torquemada,Fogueiras? Sim, há que eliminar, ma...

  • grelhadamista

    Caro Pedro Jordão (lembrou-me o antigo avançado do...

  • Pedro Jordão

    caro João sugiro fazermos um luto nacional pela co...

  • grelhadamista

    Grande Miguel,Obrigado...até do barulho tenho saud...

  • Miguel Brandão

    Olá João.Parabéns pelo blog.Passei apenas para dei...